05 Janeiro 2014

A new path awaits...

Some may say it's a midlife crisis. Some may say it's depression. I call it Life. The urge to Be and to Live fully. And the need to change paths makes me fearful. And people around me deepen that fear by saying I must continue exactly as I am. And a scream chokes me in silence. And I grieve.

06 Junho 2013

Insónias...

“But [Pooh] couldn't sleep. The more he tried to sleep the more he couldn't. He tried counting Sheep, which is sometimes a good way of getting to sleep, and, as that was no good, he tried counting Heffalumps. And that was worse. Because every Heffalump that he counted was making straight for a pot of Pooh's honey, and eating it all. For some minutes he lay there miserably, but when the five hundred and eighty-seventh Heffalump was licking its jaws, and saying to itself, "Very good honey this, I don't know when I've tasted better," Pooh could bear it no longer.” 
― A.A. MilneWinnie-the-Pooh

08 Março 2013

Once in a while something happens and you just don't know why. You wonder what you've done to experience this and you grieve. And you hope it goes away and it doesn't. And hope it's all for the best. Suddenly, you are no longer perfect at letting go. Breathe. 

04 Março 2013

And... I'm back!

Depois de meses, que me parecem anos, sem publicar no blogue, sinto que é o momento de regressar a este espaço onde a escrita me flui como um riacho a caminho do mar.
Há tantos novos espaços na minha vida agora, novas pessoas, novos amores, novos projetos,... O Facebook tem-me tirado tempo para a escrita, mas sinto-me, de novo, no caminho.
Que venham novas inspirações!

04 Setembro 2012

Até ao Natal... desafio total!

abfolbutton

O blogue A Bowl Full of Lemons, que eu adoro e do qual sou visitante assídua, lançou um desafio de organização/destralhamento da casa até ao Natal. Eu entrei, claro, tal como nos do ButtonedUp. Esta semana está a ser dedicada à cozinha, e tem sido fantástico! O meu maior problema é o excesso de:

  • livros de cozinha (já dei os que não necessito!)
  • utensílios de cozinha (foram para a mamã, que não tinha quase nenhuns na casa nova)
  • copos... (esses ainda não os reconduzi)
Assim, hoje foi uma manhã muito proveitosa, apesar do ataque de fibromialgia que me assola! Mas há que mexer para os músculos continuarem a funcionar.


02 Janeiro 2012

#GetButtonedUp - tarefa 1


Estabelecer objetivos para o ano de 2012

Desafio para Janeiro de 2012 - Get Buttoned Up


Este desafio é daqueles que me dá um gozo enorme! Chamem-me "organizada", o que quiserem, mas gosto mesmo de organizar, arrumar, simplificar, minimizar. E este é o desafio ideal para o início do ano! E a primeira tarefa já foi... traçar metas e objetivos para 2012, com tarefas para os alcançar e formas de lidar com o "não-cumprimento" das mesmas...

13 Novembro 2011

Nano-desistente, ou reflexões na vida de uma mulher em vias de se tornar minimalista

Acabei por não escrever mais do que duas mil e poucas palavras no meu suposto primeiro romance. A verdade é que, enquanto teenager, escrevi dois ou três que, em crises existenciais, me apressei a rasgar, para não deixar vestígio algum. Este, iniciado a um de novembro, não verá a luz da publicação a 1 de dezembro, simplesmente pela obrigatoriedade da escrita de 1680 palavras diárias. O prazer da escrita evaporava-se a cada contagem de palavras, deixando-me um gosto amargo na boca e uma vontade louca de fugir para um qualquer monte alentejano perto de uma represa, para um retiro à la Walden Pond. Não posso nem quero fazer coisas que não me dêem prazer. Estou a tornar-me minimalista e isso implica tirar da minha vida coisas, pessoas e compromissos que não contribuam para a minha felicidade e produtividade. É claro que há ainda algumas pendências que estou a resolver, à medida que surge a oportunidade certa. E sinto-me tão melhor...
Agora, estou a criar tempo e espaço para o que realmente gosto de fazer: dar aulas, ler, brincar com os meus cães, namorar, estar com os amigos, ver uma ou outra série de televisão (e não "vegetar" em frente do televisor), dançar, escrever o que me vai na alma...

01 Novembro 2011

Day 1 - recontagem

1750 palavras, sem tirar nem por! YES!

É hoje! Dia 1

Hoje é o primeiro dia do desafio Nanowrimo. Ainda não escrevi uma linha, mas estou em pulgas. É um sonho, uma impossibilidade tornada possível. Será em português, em inglês?... No idea...

27 Outubro 2011

Desafio de Novembro: NANOWRIMO






NANOWRIMO? O que será? Deve ser algo complicado, difícil, impossível... Parte de mim pensa que sim, mas, simultaneamente, outra parte acredita que é possível escrever 1.650 palavras por dia durante 30 dias, num total de 50.000. É um desafio e tanto, mas vou abraçá-lo este ano, pela primeira vez. E se gostar... ai ai...


Parece que o mês vai ser assim...










20 Outubro 2011

What if...?

A busywoman escreveu um livro e partilhou-o com a blogosfera... que bela idéia...

A minha vida minimalista... parte 1


Depois de minimizar o que existia na nossa despensa e no nosso roupeiro do corredor (graças a isso tenho agora uma "laundry room" e um "utility closet"), chegou a vez de atacar o meu roupeiro. O do meu amado já foi orientado há uns meses, mas o meu, apesar de várias incursões já efetuadas, está, neste momento, a dar um grito de "clemência!". É necessário que me liberte de roupa e acessórios dos quais não gosto e aos quais pareço permanecer agarrada... como me irrita!

Este fim de semana passarei algumas horas - penso que duas sejam suficientes - a retirar o que não desejo, para dar à Loja Social, uma instituição que é extremamente valiosa por ajudar quem necessita e por me permitir doar tudo aquilo que não preciso e que está em condições. Em seguida colocarei gavetas de lona com os acessórios e afins e estará, finalmente, o assunto arrumado. Depois, é só ver aquilo que realmente preciso comprar e fazê-lo, calmamente, sem pressas, de forma a obter um roupeiro equilibrado. Tipo este aqui...

17 Outubro 2011

É mesmo um milagre! Miracle Worker, by Super Heavy

Só mesmo este senhor é que pode aparecer vestido de magenta a dançar assim... Simplesmente brilhante esta mistura de génios da música! Estou fã!

Uma mesmo adequada ao dia de hoje...



... a única diferença é que eu não queria que fosse Sunday, mas sim Friday...

14 Outubro 2011

Mais medidas de contenção...

Parece que, mesmo depois de ter garantido que não o faria, Passos Coelho decidiu implementar medidas de contenção aos funcionários públicos que são quem, habitualmente, paga a fatura de erros de governação e de orientação económica. Num momento em que nunca se ouviu tanto falar em "literacia financeira", parece que o topo da hierarquia política insiste em colocar o foco nos contribuintes e esquece-se de olhar para o seu umbigo...
Estava eu hoje na sala de espera da urgência do hospital, onde fui atendida por um médico russo (duas horas depois de eu ter chegado, sem ninguém à minha frente), por causa de sintomas gripais, quando ouvi a notícia: acabaram-se os subsídios de Natal e de férias por dois anos (dizem eles...). Dá-me vontade de subir acima de um banquinho e pregar-lhe um bom par de estalos. Eu que até confiei no tipo. Lá vou eu reorganizar o meu budget mensal de forma a garantir que a minha qualidade de vida não decresce e que continuo a ter e a fazer o que mais gosto. Mas é preciso literacia financeira para isso: eu tenho, mas os senhores do poder não.

12 Outubro 2011

A verdadeira história dos cosméticos

Desafio de outubro... cozinhar coisas diferentes

Não está em sintonia com a minha descoberta da simplicidade cozinhar todos os dias um prato diferente, por isso optei por um novo modelo: cozinho apenas duas vezes por semana (à quarta e ao sábado) e congelo. Assim, as "novidades" são as sobremesas, na maior parte dos casos, uma por semana.

No entanto, na semana passada fiz uma receita do Jamie Oliver e outra da Laura Calder. A sobremesa foi da Nigella Lawson, but of course! Um dia destes coloco as fotos.

E tu? Qual é o teu desafio?

O que ando a ler...

Na minha busca pela simplicidade, eis que encontrei...



Comprado na Amazon, claro!

01 Outubro 2011

A primeira receita do desafio...

Desafio é, também, respeitar o meu ritmo, por isso decidi não fazer uma receita nova por dia, mas sim, todas as que fizer serem novas. Como? Cozinho apenas duas vezes por semana, ao sábado e quarta feira, refeições que duram para toda a semana, devidamente congeladas, evidentemente.

A primeira receita acabei de cozinhá-la: Costoletas de Borrego com Couscous (by Jamie Oliver). Está divinal e daqui a pouco vou cozinhar um Linguini de Corgette (by Laura Calder) com Tofu Panado com Sementes de Sésamo. Mmm... Fotos?... Elas virão...

06 Setembro 2011

Inspirada no último vídeo...

... vou dedicar os próximos meses a quatro desafios. Quais serão, perguntam-se, pergunto-me. Um já está decidido, vou escrever um romance, ora se vou... Em Novembro, quando o corpo chama pelo sofá e um chocolate quente ou um chá de Rooibos. Os outros três logo aparecerão, tenho a certeza. Ui, cá estão algumas possibilidades:

Setembro: meditação diária (já em progresso)

Outubro: uma nova receita por dia (nunca antes experimentada por nós cá em casa)

Novembro: escrever um romance (cerca de 1600 palavras/dia)

Dezembro: uma fotografia por dia

Mais ideias, anyone?

Matt Cutts: Try something new for 30 days | Video on TED.com



Simplesmente, uma inspiração...

31 Agosto 2011

A nossa Poppy




Downsizing...

Tenho aproveitado estas últimas semanas de Agosto, em que o meu digníssimo já regressou ao trabalho, para colocar as coisas em ordem cá em casa. Quando cheguei vi que há tanta coisa que não usamos, que não precisamos e que pode ajudar tanto outras pessoas, que decidi pôr mãos ao trabalho e "downsize", ou seja, reduzir. Tenho visitado inúmeros blogues de organização e arrumação e leio histórias de pessoas que fizeram este trabalho quando tiveram de mudar de uma casa maior para uma mais pequena. Alguns até dizem que vivem muito melhor agora. Uma família colocou mesmo um desafio: cada membro da família só podia levar consigo na mudança 100 coisas (e nessas 100 coisas incluiam-se "básicos" como aspirador, televisão,...)

É um desafio e tanto. Conversando com o N., ele disse: "O que será de maior importância para nós? Em caso de emergência, de termos que sair a correr de casa, o que levaríamos que fosse realmente essencial?" Realmente, é uma reflexão que tenho estado a fazer e, ao mesmo tempo, tenho andado a libertar-me de coisas, algumas que vendo em segunda mão (livros), outras que doo à Loja Social da CM Ferreira do Alentejo. Entretanto, já consegui libertar uma gaveta, que está completamente vazia, e não vou comprar nada para lá colocar dentro. Os roupeiros estão bem mais leves, assim como as gavetas das meias e roupas interiores. As toalhas de casa de banho já estão só as necessárias, assim como panos da louça e afins.

O que é realmente importante? Agora entro no nosso escritório em casa e sinto-me bem, confortável, com espaço para trabalhar, para criar, até para meditar. E ainda há tanta coisa para libertar, para doar!

E vocês, o que têm feito?

30 Maio 2011

Sir Ken Robinson

Um mui querido amigo falou-me deste senhor e eu não resisti, depois de ouvi-lo falar, a partilhar esta sabedoria convosco. Brilliant!

Seja Feliz, apesar da crise...

A minha amiga Mariette enviou-me isto por e-mail. Gostei e decidi partilhar (em versão condensada)

Algumas medidas que podemos adoptar, para tornar esta crise um pouco
mais suave.

1. Seja solidário. Dê. Tem provavelmente, roupa que já não usa,
brinquedos que estão a um canto. Ofereça. Há quem precise. Contribua
no Banco Alimentar contra a Fome (um fim-de-semana em Dezembro e um em
Maio).

2. Seja voluntário. Ajude. Há quem viva completamente só e que
tem como única companhia, a televisão. Provavelmente até essa deixará
de existir, quando não houver dinheiro para pagar a electricidade.
Para esses, 5 minutos da sua companhia, com uma palavra simpática, uma
preocupação e um sorriso, vão tornar os dias mais quentes e mais
fáceis de ultrapassar.

3. Poupe.

4. Os nossos filhos (e nós), temos que nos habituar a poupar.
Tome duches rápidos. Poupe no gás, na água e na electricidade.

5. Faça parte do 'pessoal da marmita'. Eu já aderi, e na minha escola somos cinco.

6. Resista à tentação das montras. Se tem dois pares de sapatos
pretos do ano passado, para quê comprar um terceiro?

7. Faça sempre uma lista antes de ir às compras. Quer vá ao
supermercado, a uma boutique ou a uma sapataria. Compre apenas o que
lhe faz falta.

8. Habitue os seus filhos a vestirem marcas brancas. Há roupa de
qualidade feita em Portugal.

9. Não utilize guardanapos de papel. O contacto com os lábios é muito mais suave, podem ser lavados e reutilizados. Além disso, o papel é caro e destrói o ambiente.

10. Se gosta de doce ou marmelada no pão, faça as compotas em casa.
São mais baratas, utiliza fruta da época, não tem conservantes e é uma
maneira de reutilizar aqueles frascos de vidro, que guardamos lá em
casa. Além disso diverte-se, trabalhando.

11. Leve para o seu emprego uma chávena de café e uma de chá (em
loiça ou vidro). Não só ajuda a sua empresa a poupar, como ajuda o
ambiente.

12. Ande a pé, sempre que possível. Faz bem à saúde e poupa
combustível, poupando também nos impostos.

13. Em vez de carro, utilize os transportes públicos, se possível (no Alentejo é difícil...).

12. Deixe de ser fútil. Deixe de comprar aquelas revistas que acaba por nem ler...

14. Leia, leia muito. Enquanto lê, relaxa, melhora o seu nível cultural, aprende. Troque livros com amigos, ofereça os que já leu, use a biblioteca municipal.

15. Ponha as máquinas da roupa e da loiça (que gastam muito), a
trabalhar depois das 22h. Utilizando a tarifa bi-horária, a
electricidade é 50% mais barata durante esse período.

16. Em vez de tomar anti-depressivos, tenha gatos e/ou cães em casa.
São os nossos melhores amigos. Estragam-nos algumas coisas, mas são
divertidos e esperam todos os dias por nós, com um sorriso e a cauda a
abanar.

17. Trabalhe melhor, tenha ideias novas, divirta-se com os seus
amigos. Apanhe sol na cara, ande no paredão. E sobretudo, tenha calma.

18. Não perca a esperança. Lembre-se dos mineiros chilenos.
Conseguiram sair do buraco e tiveram que se dar bem lá dentro. Nós
temos muitos dias de sol que nos aquece. Por enquanto sobre ele, ainda
não pagamos imposto.

09 Abril 2011

Mais Passarinhos...



Esta foi tirada pelo Nuno à hora do almoço...


Passarinhos a voar...

Este passarinho é uma das bênçãos que recebemos, diariamente, na nossa janela. Desde que instalámos um comedouro para pássaros, é melhor - mesmo MUITO melhor - do que ter uma gaiola. Eles vêm sozinhos, a pares, discutem, zangam-se, mas todos comem, todos contentes. É lindo de se ver. E olham para nós, virando a cabecinha de lado, como quem diz "Porque é que estás a olhar para mim?"


Momentos Gulosos de Risotto de Cogumelos e Bolo de Iogurte com Ovos Biológicos

bolo de iogurte com os ovos dados pela amiga Fátima

Risotto de Cogumelos Selvagens com champanhe

Cartas de Amor




As mais belas cartas de amor escritas por Elizabeth Barret Browning e Robert Browning servem de mote a um romance actual e que me transporta para a Inglaterra (que eu amo!) vitoriana. E dá-me uma vontade incontrolável de ler as cartas. E aprendi uma palavra nova - circunstantes. A ler.

27 Março 2011

Bandos de andorinhas nos estendais


Há quem estenda roupa nos estendais...
Há quem tenha sorte e tenha uma pauta de andorinhas...

25 Março 2011

Pomegranate Soup


É esta a minha deliciosa companhia nestes dias. Uma sopa de romã, temperada com chá Oolong e sei lá mais que especiarias, as que encantam as minhas papilas gustativas e que me acendem o olfacto. Como é bom alimentar-me, de comida deliciosa e de literatura. Ambos em simultâneo, ainda melhor.
Esta é a história de três irmãs que fogem do Irão por causa da guerra e se refugiam numa Irlanda provinciana que ainda não está preparada para a sua magia gastronómica. Um pouco na linha de Chocolate, de Joanne Harris, este romance transporta-me a um mundo inundado por especiarias mágicas que encantam, deixam encantar e invadem todo o corpo das heroínas. É uma viagem dos e nos sentidos, um convite à gula e ao prazer de comer bem.
Quanto à receita - verdadeira! - experimentarei em breve e deixarei um post a incitar-vos à entrega ao pecado da gula.
Querem provar?

A minha prima vera...

A Primavera chegou. As andorinhas andam dançantes a construir novos ninhos, esperando que os humanos as apreciem e não os destruam. As flores despontam cada vez mais alvoraçadas, em busca do lindo sol alentejano. É um convite à contemplação. Contemplemos, então.

06 Março 2011

A mais pura verdade...

Os animais são pessoas, como nós somos animais.
(Teixeira de Pascoaes)

Fins e Recomeços

Esta semana perdi uma pessoa que me era muito querida. Tem sido um misto de saudade, tristeza e conformação que, por vezes, não sei bem explicar. Nunca lidei bem com a morte, porque me recusava a lidar com ela. Não ia a funerais. Não fui ao do meu pai e isso ainda hoje me dói. Era muito mais fácil fingir que nada se tinha passado
Com o meu tio foi diferente. Quis mesmo fazer o caminho, dedicar-lhe a minha presença ao seu lado nos últimos momentos à luz do Sol. Estava um da lindo, e mais do que tudo, é disso que me vou lembrar. Que o Universo lhe deu um lindo dia de sol para se despedir da Terra.
É importante fazer aquilo a que chamo "closure", por não encontrar no português palavra que englobe tudo o que esta palavra engloba. No fundo, só assim posso fazer verdadeiramente o luto pela perda deste ser tão querido. E só assim posso, verdadeiramente, celebrar a sua estada aqui na Terra, ao nosso lado, sem passar o resto da vida a chorar por não ter feito este percurso.
Para além do lindo dia de sol, a minha prima bebé esteve connosco, com certeza para nos relembrar que tudo termina e acaba e a Vida, o Planeta, a Existência é um constante ciclo de fins e recomeços...

25 Fevereiro 2011

Nutrição




Ler nutre-me. Pegar num livro é como colocar uma taça de crème brulée de chocolate à minha frente e deixar-me deleitar pelo aroma, pelo sabor e pela sensação das texturas a desafiar o meu palato. Ler Eating Heaven é viajar pelas histórias de família, pelas receitas da infância e deixar-me aninhar ao colo do meu pai, cujo rosto se funde com os meus sonhos.
Terminar um livro traz-me uma sensação estranha, de perda, de morte até. É como se tivesse de me despedir das personagens, amigos de um determinado período de tempo, dos quais me custa separar. Por vezes, preciso de ir a correr buscar outro livro, para entrar rapidamente noutras vidas, encher-me de luz. Outras, preciso de fazer um período de luto, entre um livro e outro, entre uns amigos que deixo e outros para quem começo a abrir a porta.
Decidir qual o novo livro é outro desafio. Sigo o mesmo género ou o autor? Mudo completamente, de forma a afastar-me da história anterior, ou escolho um teme semelhante para poder sentir "Ah, esta personagem iria dar-se muito bem com a X do livro anterior..." A eterna dúvida, uma dificuldade em começar que se transforma numa envolvência quase doentia na nova narrativa.
Vou começar Pomegranate Soup, que trouxe da Irlanda há nem sei bem quanto tempo. Continuo no tema comida, já há 3 livros... Nutre-me. Nutre-me a alma.

22 Fevereiro 2011

AlwaysLand

E se, por apenas alguns dias, eu me permitisse ser criança outra vez? E se eu entrasse nas histórias de encantar e me deixasse seduzir por um príncipe encantado? E se eu abrisse os braços à fada que encantou a Bela Adormecida e, finalmente, a perdoasse? E se me deixasse levar num voo com o Peter Pan até à Terra do Nunca, para depois me deixar escorregar pelas nuvens, com a ajuda da Sininho, de regresso à Terra? E se...

20 Fevereiro 2011

Fly, fly high...

Como a canção da Deva com o Miten, sinto-me com vontade de voar, e deixar a Terra tocar o Céu. Por isso, decido mudar o design do meu blog. Hope you like it. I love it!

p.s. Sabem que já escrevi um livro? Shhhh... é segredo...

14 Fevereiro 2011

São Valentim, ou o dia em que todos estamos apaixonados...

Estamos apaixonados por nós, pela nossa alma gémea, pelo sol, pela lua, ... Estar apaixonado, "rising in Love" é uma bênção, uma alegria. Feliz dia!

09 Fevereiro 2011

Simplesmente... delicioso...




Cozinhar é delicioso! Descobri que sou completamente apaixonada por comida, por doces, salgados, assim-assim, sopas, cremes, caldos,... Existe uma infinidade de sabores para experimentar de uma forma equilibrada e saudável e este é um dos meus desejos para este ano - cozinhar mais e melhor, deliciar-me e aos meus amigos com iguarias inesquecíveis. Ai, como é bom desfrutar deste sentido do gosto... E o que vai ser hoje? ...

Estar na cozinha é terapêutico para mim. Comer também pode sê-lo, desde que conscientemente e de forma equilibrada, mas cozinhar dá-me uma sensação de dádiva que me preenche. Gosto de fazer biscoitos e levar aos meus alunos. Adoro fazer doces e partilhar com colegas e amigos. Amo de paixão preparar o meu molho de chocolate de inspiração sul americana para acompanhar fruta, gelado e conversas íntimas. Só de imaginá-lo a pingar da colher já os meus sentidos despertam... E adoro cozinhar para o meu Beloved. É como orar. É sagrado. E a minha cozinha é sagrada, tudo tem um sentido. E estou a criar um território cada vez mais sagrado, mais organizado, mais em consonância com o poder alquímico das minhas receitas. Para partilhar...

01 Janeiro 2011

O meu ano pessoal em 2011

Verbo do Número 4: “EU FAÇO”

Este é um ano para a dedicação ao trabalho. Você precisa dar toda a sua atenção aos detalhes, com método, organizadamente e com honestidade de propósitos. Reveja seus projetos e corrija os eventuais erros. Procure aprender com estes erros. Tenha atenção aos negócios e às questões de ordem legal. Reestude documentos e reavalie situações. Da mesma forma, cuide de si mesmo, fazendo um exame periódico. Seja prático.

Palavras-Chave: Trabalho, ordem, estabelecimento de alicerces, natureza prática.


Síntese: Racionalize seus métodos de trabalho. Use de praticidade nos negócios. Aumente suas experiências e seus conhecimentos. É um ano em que ganhará estabilidade. Ano de bastante trabalho e dedicação aos empreendimentos materiais. Propício a poupar dinheiro e a construir bases sólidas para o futuro. É preciso paciência e organização para lidar com as questões práticas e sólidas. Bom para cuidar da casa e cultivar os relacionamentos estáveis.
(neideborges.blogspot.com)

31 Dezembro 2010

A minha mensagem de Ano Novo

Hoje, na minha última sessão de ginásio de 2010, como sempre fantasticamente orientada pelo meu personal trainer Azedo, fez-se luz no meu espírito. Sim, porque isto de andar no ginásio não trabalha só o físico, ao contrário do que eu pensava antes. É preciso agir. Este final de ano, mais do que estabelecer metas e objectivos para 2011, vou apostar em agir, mais do que teorizar. "Quero ser mais saudável", começa por ter uma alimentação adequada logo no primeiro dia, acompanhar com acções e pensamentos saudáveis e exercício, claro! "Quero ter mais tempo para a família" começa por passar a primeira noite do ano em Amor com o meu Amor. "Quero comprar um carro novo" começa com cuidar bem do carro que tenho. "Quero ter muito tempo livre para estar com os amigos" começa com uma boa organização semanal. Agir, agir, agir...

E abraçar, coisa que eu ADORO! Este ano de 2011 estarei a agir no sentido de partilhar mais abraços. Se todos fizermos como neste vídeo... Um Feliz 2011!!!


26 Novembro 2010

Pessoas Que Amamos...


Amo a Deva, o Miten e o Manose de uma forma indescritível. Sim, é uma declaração de Amor. E melhor... o Nuno sente exactamente o mesmo que eu.

O Amor é, simplesmente, tudo o que existe.

There is so much magnificence...

In the light of love, we are whole...

And when the Lord gets ready, we gotta move...

25 Agosto 2010

A sentence a day...

A Gretchen Rubin, no seu/nosso Projecto Felicidade, propõe a escrita de um diário com uma frase apenas por dia. Parece tentador, não me assusta e dá-me uma vontade enorme de viajar nesse caminho...

15 Agosto 2010

Regresso a Casa

Regressámos ontem a casa depois de três semanas de "vá para fora cá dentro". Foi tempo de estar com a família em "tempo de qualidade", rever amigos, consolidar amizades, fazer Satsangs, ler, dançar muito no Andanças, ver a cidade onde nasci com outros olhos,...

Agora é tempo de regressar ao ninho. Adorei as férias mas é muito bom estar de regresso a casa. Até as tarefas domésticas me faziam falta, acreditem... Acordar hoje na nossa cama trouxe-me um sorriso aos lábios. É muito bom estar em casa!

18 Julho 2010

O Dia do Amigo





Acabei de descobrir que o meu aniversário coincide com o Dia do Amigo. Tenho amigos do peito, que amo com todo o coração. E é um dia para passar com eles. E, também, para dedicar tempo à minha melhor amiga - EU!

16 Julho 2010

Vamos ajudar a Tia Preta!

Hoje deparei-me, no site de uma blogista, com a história da Tia Preta, uma senhora que cuida de crianças, no bairro de Chelas, e que dedica a sua vida a cuidar destas crianças que, sem ela, provavelmente, estariam perdidas.

A Tia Preta está doente e precisa da nossa ajuda. Precisa de bens, não de dinheiro, para poder continuar a cozinhar para estas crianças.

Vamos ajudar. Para isso, visitem estes posts do blog coconafralda.

http://coconafralda.blogspot.com/2010/07/tia-preta.html

http://coconafralda.blogspot.com/2010/07/ajudar-tia-preta.html

28 Junho 2010

Entusiasmo




"The sign of life is enthusiasm. The sign of success is smile and joy.
You are a fountain of joy at the center of your being.
Joy is the realisation that there is no vacation from wisdom."

Sri Sri Ravi Shankar
Fundador da "Art of Living Foundation"

18 Junho 2010

Sou uma FLYBaby!

Há cerca de uma semana que sou, oficialmente, uma FLYBaby. Embora possa parecer algo muito tonto, a verdade é que me sinto muito bem, mas muito bem mesmo. Estou mais feliz, com mais tempo, menos stressada, mais organizada... Foi uma descoberta ao acaso que compensou.
Querem saber o que é? Vão aqui.

O Brownie


Ontem não resistimos a guardar as imagens do nosso bebé. É uma bênção tê-lo na nossa vida, tem sido lindo! Olhem só o sorriso no focinhinho dele...

27 Maio 2010

O mês de Junho...




... é sempre um mês muito cheio de acontecimentos. É o ano lectivo a terminar (thank God!), as despedidas do 9º ano a fazer, as avaliações a preparar, tudo num corre-corre que faz com que um formigueiro pareça uma colónia de férias.

Falando em formigueiro, no passado Domingo fui apanhar amoras com o meu amado e foi lindo ver as formigas a levarem os bagos das amoras para o seu formigueiro. É bom saber que dá para todos. As que caem ao chão não se estragam, tornam-se alimento de outros bichinhos como nós.

Junho é mês de início de verão, de solstício de verão. Mês anterior ao meu aniversário, com balanços a serem feitos, coisas a mudar, clutter emocional e físico a fazer... Amo Junho, mês que celebra a criança no seu primeiro dia, e que me embala até ao meu aniversário. Faz parte do meu inferno astral, como diz o meu querido amigo Miguel (os dois meses antes e depois do nosso aniversário é o inferno astral).

17 Maio 2010

O que aprendi com a minha prima...

A minha prima Paula dedica-se há uns bons anos às artes decorativas. De aprendente passou a professora, depois a distribuidora e representante. Toda a sua evolução dependeu de uma coisa que me fazia alguma impressão, pois como boa Caranguejo, gosto das coisas certinhas e de saber com o que posso contar. Ela não fica estagnada na vida. Hoje aprende uma técnica e ensina-a, divulga-a, desenvolve-a. Quando sente que há algo mais a dar, viaja, aprende, visita novas realidades e começa uma nova fase.
Neste momento, sinto-me assim. Chegou o momento de largar aquilo que já não me dá sumo, que já não me nutre. Está na hora de começar algo novo.

15 Maio 2010

Qui Gong, ou Chi Kung

Ontem tive a minha segunda aula de Qui Gong. O Rafael tem a amabilidade de oferecer aulas gratuitas de Qui Gong à comunidade e eu propus-me ajudá-lo neste projecto. Tem sido muito interessante e eu, preguiçosa como tudo, lá me tenho deslocado às aulas. Ontem, apesar de termos estado a praticar as posições da aula anterior, senti-me tão bem, tão imersa no momento que nem me apetecia sair da aula. Poderia ter continuado por horas...

O Qui Gong é o exercício adequado para mim (para além da dança, claro) - não implica muito esforço, nem movimentos bruscos. É um fluir que me agrada, que me embala... Só tenho pena de ontem não termos tido uma musiquinha a acompanhar, como na aula anterior, mas vou tratar disso pessoalmente para a semana.

Não me apetece falar sobre a teoria do Qui Gong, isso podemos encontrar em livros ou mesmo na net. Quero falar, sim, de como entro e como saio da aula. Ontem foi um dia cheio de acontecimentos, apesar de não ter tido alunos na escola (estavam em visita de estudo). Cheguei à aula, às oito, com vontade de me deitar a dormitar. Mas a aula começou e tudo mudou. A minha energia mudou. A energia do grupo mudou. Cheguei a casa e isso notava-se. Eu notava. E gosto. Gosto mesmo de como me sinto a fazer Qui Gong. Agora só preciso de ir além da minha preguiça e praticar a auto-massagem Tui-Na e os primeiros dois movimentos diariamente.
Querem juntar-se a mim?

11 Maio 2010

A Núvem

Nuvem solarenga...

...ou nuvem vulcânica?

Nas últimas semanas não se ouve mais nada senão relatos negros sobre a nuvem que tem origem no vulcão da Islândia e que está a cancelar imensos vôos por toda a Europa.
As queixas chovem: não posso ir para Londres, não posso ir trabalhar amanhã, tenho que ir para casa e não posso,...

Tipicamente portuguesa, quiçá mediterrânea, esta queixa. E se, por uma vez que seja, tentássemos olhar as coisas de outra forma? Tornar a nuvem "negra" numa nuvem colorida? Um amigo meu está a fazer isso mesmo: ficou preso em Geneve e vai aproveitar para se empanturrar de fondue e de chocolates.
Vamos lá ver ideias...

"Não posso sair de Londres, que chatice."
versão positiva: "Que bom! Vou finalmente visitar o Palácio de Buckingham e ver um musical no West End"

"Amanhã não posso ir trabalhar." (com um ar zangado)
versão positiva: "Boa! Dois dias a mais de férias e justificadas, pois falto por motivos inimputáveis a mim!"

"Estou sozinho em Paris... "(com ar cabisbaixo)
versão positiva: "Estou sozinho em Paris... YEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!"

E a sua versão. Qual É?

06 Maio 2010

Concerto de Deva Premal, Miten e Manose, em Madrid



Quem nunca os ouviu, não sabe o que perde. Quem não os conhece, está, com certeza, menos rico. Deva Premal, Miten e Manose oferecem-nos um espectáculo que é uma meditação, em que a música nos alimenta a alma e os mantras nos reconduzem a Deus, ao nosso Deus Interno.
A 16 de Outubro, com o começo do frio, estes meus amigos (que bom poder chamá-los assim!) vêm a Madrid dar um concerto e eu vou estar lá. Visitem o site deles e aventurem-se. Vamos a Espanha meditar juntos! Na Luz do Amor!

03 Maio 2010

Dancing in the Light




Há uns tempos atrás, fiz um workshop de "Círculo de Mulheres" com a Rya e, tempos mais tarde, um fim de semana de dança com a Vanda Melo. Na formação em Integridade Emocional dancei todos os dias. E com a Avani, dançar em Meditação é uma bênção. Encontrei a minha forma de meditar, de celebrar Deus, de celebrar o Amor e a Vida. Em dança! Thank you... And may the Dance begin...

May Day, May Day!!!




May Day, para muitos, é um pedido de socorro... Vi tantas vezes este "cry for help" nos filmes, quando os navios ou os aviões estavam em perigo... Mas o May Day, o primeiro de Maio, é um dia sagrado. Marca o meio do percurso do sol entre o equinócio da Primavera e o solstício de Verão.
Estou um bocado como o May Day,... "sort of in the middle" entre dois momentos de transformação. Não sei bem quais nem porquê. Mas sinto-me num momento de mudança, um pouco "stuck", a precisar de fluir... E como? How? Alguma sugestão?

18 Fevereiro 2010

A Pano Cru e outros sacos



Já vos falei da Pano Cru? É uma empresa portuguesa que se dedica à produção de sacos de pano e juta que substituem os terríveis sacos de plástico que os supermercados nos dão às carradas. Há uns meses conheci-os e comprei alguns exemplares. Vejam se gostam e visitem o site.

Para além disso, tenho um saco de pano de cada um dos supermercados e lojas que os disponibilizam, e são tão em conta que vale bem a pena. (Pingo Doce, LIDL, AKI, Pão de Açucar/Jumbo). Tenho-os no carro e quando vou às compras é só tirá-los da bagageira...

Vai um saco de pano?

O Carnaval

Este Carnaval mascarei-me, algo que já não fazia há uns anos, para desfilar com a minha direcção de turma no desfile de Carnaval da escola. Quis o tempo que a chuva não permitisse o desfile, mas nós, um grupo de borboletinhas, abelhinhas e joaninhas, e uma grande lagartinha, lá fomos pela rua animar a manhã chuvosa dos alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo. Foi muito divertido para todos nós e os pequenotes adoraram a surpresa. Ver os meus alunos assim, num registo de amizade e cuidado com o outro, aquece-me o coração.

Mas não aqueceu o suficiente para que eu não me constipasse. Subi para casa da mamã no sábado e ficámos dois dias quase de cama, constipados, a espirrar, e eu ainda estou de molho. Constipação e fibromialgia, quando atacam juntos, é de fugir... E têm sido uns dias intensos, mas também de novas descobertas.

Como podem ver num banner do lado direito, sou amiga dos Pequenos Lusitanos e juntos estamos a fundar uma associação para pessoas com problemas de crescimento. É um projecto que há muito tempo eu sonhava criar e é muito bom poder fazer isto em conjunto de pessoas que me parece bastante especial. Temos um MySpace e queremos visitas, por isso toca a visitar! Este projecto veio trazer um pouco mais de luz à minha neste momento não tão ensolarada vida. Mas estou cada vez melhor...

Ontem começou a quaresma, um período de "jejum", que eu transformei em período de renovação, de purificação. 40 dias. Uma aventura.

02 Fevereiro 2010

We can do anything...



É tão simples...

When your heart is trying to tell you something
Not that far from the truth... just do it
And if you try to make the right decisions
based on what you're made of... remember

We can do anything at all
Just as long as we stand tall

30 Dezembro 2009

Ano Culinário



Mudei de ideias e decidi dedicar 2010 a cozinhar, não diariamente, mas, pelo menos, uma vez por semana um prato diferente. Não vou começar com o Oliver, mas com a Laura Calder. Quem é, perguntam... Têm o canal 104 da MEO? Casa Club TV, um canal de culinária e decoração - canal de gaja, portanto - em que esta senhora tem um programa - French Food At Home. Ela trabalha para uma revista de moda em França e rendeu-se à comida francesa. Receitas simples, que parecem deliciosas, e que me inspiram a começar o ano de uma forma diferente. Vou blogando no meu blogue de culinária e deixando algumas das receitas que fizer, juntamente com as fotos, claro.

29 Dezembro 2009

Final de ciclo... um novo recomeço

Hoje, ao olhar para trás, para o ano que está agora a terminar, sinto-me tentada a marcá-lo como um ano mau um ano difícil, que quero que acabe depressa para o esquecer. Mas a voz e o coração atento do meu amado chama-me à razão e convida-me a olhar e sentir tudo de bom que me aconteceu este ano. Assim custa menos.

Tem sido muito difícil para mim lidar (quando escrevi, saíu lodar, como em andar no lodo...ui!)com a fibromialgia. As dores e o mau-estar são terríveis e sinto-me sem forças, em certos dias, até para me levantar. Obrigo-me a levantar, a fazer as tarefas diárias, a lavar a louça, a roupa, todas as tarefas domésticas que me custam muito agora nesta fase. Há uns dias, conversando com um amigo muito querido, reconheci que esta fibromialgia me traz mensagens de não-amor, de uma vida a fazer mais do que me é confortável, de fazer muito para mostrar aos outros e a mim mesma que sou igual aos outros, que por ser anã não sou menos, às vezes até sou mais... E isso paga-se, como se dizia na Fame, com o corpo.

Decidi que não iria tomar medicamentos para a fibro, pois nenhum deles a cura, apenas disfarçam os sintomas. Optei por fazer tratamentos de Acupunctura com o Rafael, aqui em Serpa, um senhor que deviam conhecer. E vão, pois ele vai estar brevemente a facilitar aulas gratuitas de Qui Gong cá em Serpa. As sessões têm-me ajudado a melhorar o meu estado anímico, que é o que mais tem estado debilitado. Decidi, também, que o antidepressivo que me receitaram para a fibro não dá para mim, pois põe-me pior e tem, como efeito colateral, o contrário à vida plena. Estando tão em baixo, releguei para um plano muito afastado as minhas sessões de Reiki que há muito já não são diárias. Não porque não acredite nos benefícios do Reiki, mas o facto de estar em silêncio, quieta comigo, durante uma hora voltou a trazer-me uma sensação de pânico que há muito não tinha. Estar quieta aumenta-me as dores, ou melhor, deixa que a dor venha ao de cima e se mostre.

E hoje, assim sincronisticamente, sem mais nem menos, fui "levada" ao blog da Phyllis Lei Furumoto, grã-mestre da linhagem do Reiki (ocidental) mas, mais do que tudo o resto, para mim, uma mulher de uma coragem e força incrível. E li como é a sua experiência com o cancro. Como têm sido os tratamentos. Como tem sido lidar com o mau-estar e deixá-lo aflorar e senti-lo para que a quimio faça efeito. E entendi. A minha dor está aqui e não posso fingir que não (ela não deixa, quando mais finjo, mais ela aumenta). Chegou a altura de eu a aceitar. De estar com ela, amorosamente, suavemente. Se não o fizer ela vai continuar a dizer que está aqui para que eu ame o meu corpo, para que eu me ame, exactamente como sou. Com as minhas possibilidades e as minhas limitações.

Estou a precisar de Reiki. Das auto-sessões e também de sessões dadas por outras pessoas. Chegou o momento de pedir ajuda. E de me abrir a essa ajuda. E de me ajudar a mim mesma.

No blog da Phyllis vi que na noite de 31 é lua cheia e vai ser lua azul. Com tudo o que isso possa trazer de poderoso, vai ser uma noite poderosa. Acho que chegou, também, o momento de me religar à minha Lua, mentora das minhas espiritualidades.

Agora vou descansar. Apetece-me fazer Reiki e orar, possivelmente ao mesmo tempo. Até já.

29 Novembro 2009

E se...

E se eu fizesse o mesmo que a Julie Powell e dedicasse 2010 a cozinhar uma a uma das receitas do Jamie Oliver? Ela escolheu a Julia Childs, que não conheço, mas eu poderia experimentar as receitas do Oliver... Mmm... acho que o Nuno vai concordar... Vamos ver

07 Novembro 2009

O que ando a ler... histórias de sereias





Há uma terra nos Estados Unidos, onde, num mosteiro, se esconde uma cadeira antiga com sereias esculpidas que parece evocar uma santa celta que, dizem, era uma sereia e que depois de convertida se tornou humana e santa.
Esta foi a pimenta que me fez pegar no livro (que a Ângela me ofereceu, thank you, Angela!) da autora de A Vida Secreta das Abelhas, intitulado A Ilha das Garças e não me deixa largá-lo. Será que esta terra existe mesmo? E o mosteiro? E o trono? Deu-me uma vontade imensa de voar até aos States para averiguar.
Vou ler mais umas linhas e depois conto mais um bocadinho...

29 Outubro 2009

Samhain Vegan Recipes




PUMPKIN GINGER SOUP
from Nicole, Brooklyn, NY
Ingredients:
1 small cooking pumpkin
1/2 cup cashews
1 tablespoon grated fresh ginger (or to taste)
salt to taste
Directions:
Soak cashews in water to cover for several hours. This step is optional, but helps them blend better. Cut pumpkin in half, remove seeds, and bake cut side down at 350 degrees F until very tender (45 minutes to one hour). Scrape pumpkin from the peel and puree in a blender, with any juices, in batches. Put pureed pumpkin into your soup pot. Blend cashews in blender until smooth and add to the pumpkin puree. Rinse the blender with a little water and add to the pot. Add a little more water if it’s too thick. Add ginger and salt to taste and heat gently for a few minutes to blend the flavors.


PUMPKIN-CIDER BREAD
from Libby, Belmar, NJ
Ingredients:
2 cups of canned pumpkin
2 cups of flour, and then enough to keep the consistency just right
2 tblspns dry yeast in 1/2 cup of 110 degree water
1 tblspn salt
2 tblspns vegetable oil
1/3 to 1/2 cup molasses
2 cups of fresh cider
Directions:
Start with two cups of flour, then slowly sift in more after wet ingredients are added. After the flour and salt are combined, mix in the rest of the ingredients from wettest to most solid (cider, then yeast mix, and so on). Once mixed, pour the dough to a lightly greased bowl, cover it with a cloth or plastic wrap, and let it in rise until it’s doubled in size in a warm place. (Generally, this takes from half an hour to an hour). Punch down the doubled dough. Roll the dough out into a long, thin, relatively narrow strip and roll from one end. Place in a greased pan (probably circular in this case), and let rise until doubled again. Baking bread is not for the impatient! Finally, put it in a preheated oven at about 400 degrees F for about 50-60 minutes. If it looks like it’s browning too quickly turn the temp down a notch or two. You’ll know it’s done when tyou can poke it with a fork and then fork comes out clean. If the fork has some dough on it, let it bake a little longer.


VEGAN PUMPKIN PIE
from Brett, Quincy, IL
Ingredients:
Filling –
1 1/2 packages silken tofu
1 15 oz. canned pumpkin
2/3 cup barley malt syrup
1 tsp. vanilla
1 tbsp. pumpkin pie spice
Pie Crust –
1 1/2 cups sifted unbleached flour
about 6-7 tbsp. non-hydrogenated margarine
about 2 tbsp. cold water
pinch of sea salt
Directions:
Pre-heat oven to 350 degrees F. Blend tofu in a food processor or blender until smooth. Add remaining ingredients and blend well. Pour into a 9" unbaked deep dish pie shell. Bake for about one hour. Filling will be soft, but will firm up as it chills. Chill overnight and serve.

(tirado de morbid outlook

Samhain




O Samhain celebra-se a 31 de Outubro e é, na sua origem, um festival das colheitas e, também, de certa forma, um festival dos mortos. Tem origens celtas e significa algo como "fim do verão" e acredita-se que marcava o início do novo ano celta.
Este festival pagão foi, posteriormente, substituído pelo feriado católico de Dia de Todos os Santos, mas ainda hoje é celebrado em todo o mundo.

24 Setembro 2009

A vinda do Brownie




O Brownie vivia nas ruas de Ferreira do Alentejo, a fazer companhia à nossa Trufa. A Trufa encontrou um novo dono, que lhe dá melhores condições, e o Brownie ficou sozinho, até ser apanhado pela carrinha do canil da câmara municipal. Nós já o conhecíamos e ele sempre foi um cão amoroso e dado, apesar de cheio de medo. Pedia sempre festas e beijinhos.
Ao sabermos que fora apanhado, não podíamos pactuar com isso e saber que em poucos dias seria abatido. Decidimos ser FAT e acolhê-lo uns tempos até encontrarmos um dono para ele. Veio numa sexta-feira e foi uma bênção. O fim de semana correu muito bem e decidimos que de FAT passaríamos a ser a sua família definitiva, as suas "pessoas".
Agora, o Brownie está cá há três semanas e desejamos que fique por muitas e muitas mais, sempre com o sorriso com que nos brinda e com o Amor que tem no coração.

01 Setembro 2009

O peso que carregamos...

Observem com atenção o vídeo e verão uma formiga a carregar um pedaço de palha muitas vezes maior e mais pesado do que ela... Como nós, às vezes...
video

Em Julho no Alentejo há girassóis do tamanho do mundo...



Até vir para o Alentejo acho que nunca tinha visto um girassol verdadeiro... Eu vim para esta terra de Deus aos 28 anos, o que faz de mim uma verdadeira parola agriculturalmente falando. E não é por falta de visitas e férias na aldeia da A-da-Gorda durante a minha infância, mas lá não havia girassóis... Havia passeios de burra ao fim da tarde, banhos no tanque de lavar a roupa da Ti Vone, serões passados à soleira da porta brincando com os vizinhos... Mas não havia girassóis, ai isso não.

Este campo de girassóis chamava-me todos os dias, ao passar por lá e, conhecendo o sol alentejano como agora conheço, sei que não durariam muito tempo viçosos e altaneiros, erguidos orgulhosamente. Assim, uma tarde decidimos ir fotografá-los e brincar e meditar e dançar e conversar com eles... Ver as abelhas zumbindo ao seu redor... As pessoas a passarem ao lado cheinhas de vontade de fazer o mesmo que nós... Como é linda a Natureza!

31 Agosto 2009

Concurso de Professores - Resultados

Com tanta coisa quase não me lebrava de dizer onde fiquei colocada. Vila Nova de São Bento, terra de boa gente! Escolinha amada e colegas do coração. Fiquei muito feliz e já está prometido que vamos ter almoçarada, oh ai se vamos!!! Dois borreguitos (coitadinhos!) foi o que prometi se ficasse lá estes quatro anos. Amanhã já vou combinar com o pessoal para organizarmos tudo.

Este ano decidi (e felizmente consegui) deixar fluir o concurso e pedir aos céus que me colocassem na escola que fosse a melhor para mim, sem especificar. Foi muito enriquecedor ver que quando abro o coração e largo o controle... tudo flui. Estou feliz!

Bolt, ou o Herói Dentro de Nós

Há uns meses atrás, ainda não há um ano, participei num workshop que se intitulava "O Herói Dentro de Nós" e que se propunha acordar o herói que cada um de nós tens bem guardadinho, por vezes a sete chaves, dentro de nós.

Este fim de semana, o meu Amado partilhou comigo o filme Bolt e aí descobri, em cerca de 90 minutos, o herói dentro de cada um de nós. Esse herói não se encontra em workshops. Não se encontra lendo livros e mergulhando bem fundo nas nossas histórias. Não se encontra vestindo uma máscara no Carnaval

Com o Bolt aprendi que encontramos o herói dentro de nós quando amamos alguém (alguém, para mim, pode ser pessoa ou animal!). Aí, acreditamos que somos capazes de tudo, e somos mesmo!

29 Agosto 2009

Ty Pennington, ou como tornar as dificuldades em dons




Quem tem acesso ao canal People & Arts conhece, decerto, o programa Extreme Makeover: Home Edition, com a apresentação e orientação de Ty Pennington. Sinceramente, ver um episódio por dia traz-me lágrimas aos olhos - lágrimas de alegria por ver como se pode ajudar quem precisa. E também me deixa abismada com a energia daquele homem, que corre, grita e lidera as tropas (a sua equipa) do início ao fim do programa. Hoje soube que ele sobre de Disturbio de Atenção, vulgo Hiperactividade, e, em vez de medicar o seu "problema" com Ritalina, usa todo o excesso de energia para ajudar os outros.
Faz-me pensar como passo tanto tempo a queixar-me dos meus "problemas" e que posso começar a pensar em como eles me podem ajudar a ajudar-me e a ajudar os outros... Thanks, Ty!