03 maio 2007

Viagens

Quem inventou o avião devia ser premiado... naturalmente até foi e eu nem sei... Viajar é umas das coisas que me faz mais feliz. Não precisa de ser uma viagem longa, mas precisa de ser para um local especial. A minha primeira viagem ao estrangeiro foi a Espanha (não, não fui a Badajoz comprar "caramielos"!!!), via Algarve, depois aos treze anos a Marbella (também Espanha) e, aos quinze, fiz a minha primeira viagem a Londres. Celebrei lá os meus "sweet sixteen" e prometi voltar, o que tenho feito sempre que posso. Em Londres estou em casa. Em Londres sou londrina. Bebo café no Starbuck's. Compro livros na Waterstone's. Passeio por Hyde Park e brinco com os esquilos audazes que se aproximam. Como scones e bebo chá na Orangery. Faço compras em Portobello e admiro os artistas em Covent Garden. Em Londres sou eu mesma. Sou como sou. Sou o que sou.





Depois conheci França. Oui, j'aime la France, mais pas comme j'aime l'Angleterre!!! Em Paris, gostei mais do chá no Les Deux Magots do que visitar Versailles. Preferi ir ao mercado do que às galerias La Fayette. Emocionei-me mais a subir as escadarias do chateau de Fontainebleu do que a visitar as salas de Versailles. Vibrei e emocionei-me no Buddha Bar. Comi croissants ao pequeno almoço, acompanhados de um delicioso Paris-Brest.




And then, there's Ireland... Aqui foi amor à primeira vista, como um regressar a casa, a uma casa longínqua de há muitas histórias atrás. Dublin encantou-me pela naturalidade, a simplicidade, a música, a fluidez da vida. Depois, emocionei-me com as paisagens - Glendalaugh, Wicklow... A primeira levou-me a um reencontro com a natureza que há muito desejava... Uma natureza mágica e quase esquecida. À qual quero regressar...


Quase me esquecia da Suécia, um país que nunca tinha pensado visitar, mas que amei. As pessoas que me receberam foram amorosas e a cultura é fascinante. Acreditam em fadas e duendes como eu e tudo!!! E todos os restaurantes têm pelo menos um prato vegetariano!!! Isto é que é repeito pela diferença!
A cidade que visitei foi Norrköping, a três horas de combóio de Estocolmo, uma cidade amorosa. Fui num projecto da minha escola, integrada no programa Comenius, e passei lá cinco dias. Fez-me ter vontade de visitar outros países nórdicos.

3 comentários:

Maria disse...

Ireland is a very special country, especially Northern Ireland!

Maria disse...

Visitar a Irlanda do Norte é estar mais erto do paraíso e quem sabe se há um tesouro escondido à nossa espera?

Anónimo disse...

o blog exta 5*
adoro-a mt mt é uma pexoa expetacular
bigado por tudo bjao...