29 maio 2008

An External Hurricane Talks About an Inner Hurricane


Encontrei este poema, que parece descrever o modo como me sinto neste momento - saída de uma devastação de um furacão. Mas sinto que o que fica depois de todo o lixo deitado fora é algo de uma beleza profunda. Está a ser-me dada a oportunidade de remexer no lixo antigo, deitar fora o que já não quero, dar o que é para dar, vender o que é para vender... Enfim, recomeçar a construir a "nossa" casa...

Sem comentários: