14 outubro 2011

Mais medidas de contenção...

Parece que, mesmo depois de ter garantido que não o faria, Passos Coelho decidiu implementar medidas de contenção aos funcionários públicos que são quem, habitualmente, paga a fatura de erros de governação e de orientação económica. Num momento em que nunca se ouviu tanto falar em "literacia financeira", parece que o topo da hierarquia política insiste em colocar o foco nos contribuintes e esquece-se de olhar para o seu umbigo...
Estava eu hoje na sala de espera da urgência do hospital, onde fui atendida por um médico russo (duas horas depois de eu ter chegado, sem ninguém à minha frente), por causa de sintomas gripais, quando ouvi a notícia: acabaram-se os subsídios de Natal e de férias por dois anos (dizem eles...). Dá-me vontade de subir acima de um banquinho e pregar-lhe um bom par de estalos. Eu que até confiei no tipo. Lá vou eu reorganizar o meu budget mensal de forma a garantir que a minha qualidade de vida não decresce e que continuo a ter e a fazer o que mais gosto. Mas é preciso literacia financeira para isso: eu tenho, mas os senhores do poder não.

Sem comentários: